Em entrevista, Dave Grohl faz questão de afastar o Foo Fighters da politica

Escrito por em 18 de setembro de 2018

Estamos vivendo em tempos polarizados no mundo todo, onde as pessoas se criticam tanto em comentários e textões na Internet quanto nas ruas, chegando a atitudes das mais extremas e imbecis como as que temos visto nos noticiários aqui no Brasil e lá fora.

Quando o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se elegeu, muito falou-se a respeito de como bandas de protesto principalmente voltadas ao Rock And Roll surgiriam nos Estados Unidos, já que o político milionário é conhecido por incitar brigas e divisões através das suas declarações e dos seus tweets, mas além de ainda não termos visto nenhum movimento contundente de massa sair dessa situação, há bandas com visibilidade e já consagradas que querem se afastar da política, como é o caso do Foo Fighters.

Em entrevista recente para a PBS, o vocalista e guitarrista da banda, Dave Grohl, disse que a sua ideia com a banda é divertir e unir as pessoas, mesmo as que têm pontos de vista completamente diferentes:

Sabe, o mais legal do meu emprego é quando eu subo no palco e consigo unir todas essas pessoas diferentes por três horas. Elas podem ter vindo de passados diferentes, podem ter religiões diferentes, estar em lados diferentes do corredor, seja lá o que for, mas quando eu subo no palco e canto uma canção como ‘My Hero’, ‘Everlong’ ou ‘Best Of You’, todo mundo canta junto. Eles podem estar cantando por diferentes razões, mas estão cantando juntos.

É isso que eu amo no meu emprego. Eu posso ter as minhas opiniões políticas, volta e meia quando eu fico com raiva eu deixo elas saírem. Elas estão nas letras das canções, mas não é comum que eu explique as letras para todo mundo. ‘Essa aqui fala disso, essa frase é sobre isso.’ Porque eu sinto que deixar a interpretação para as pessoas é importante.

Tendo dito isso, não somos o Rage Against The Machine. Pelas próximas três horas a minha intenção é fazer com que todo mundo se esqueça dessas coisas e cante com a gente. A música pode fazer isso. É difícil reunir as pessoas dessa forma, mas coloque uma banda de rock em um palco onde todo mundo conhece as canções, e todo mundo se esquece dessas outras merdas.

E você, concorda com a atitude “isentona” de Dave Grohl ou gostaria de vê-lo se posicionando politicamente?


Ao vivo

Ao Vivo

Current track
Título
Artist