Brian May, guitarrista do Queen, quer ser lembrado por combater a crueldade contra os animais

Escrito por em 13 de março de 2019

O guitarrista e compositor da lendária banda Queen, Brian May, de 71 anos, recentemente comentou que gostaria de ser reconhecido não só pelo seu notável trabalho à frente da banda de rock, ao lado do saudoso Freddie Mercury, mas também pelo seu ativismo em defesa dos animais.

Brian, que além de filantropo, é astrofísico, transformou sua pacata fazenda em um refúgio para a vida selvagem em Surrey, condado britânico no sudoeste da Inglaterra.

“Quando eu terminar, as pessoas não terão dúvida em lembrar de mim pelo Queen, mas eu gostaria de ser lembrado por ter lutado por mudanças na forma que tratamos outros animais. Acredito que eu tenha vivido uma vida muito louca e assistindo programas que falam sobre a vida selvagem me trazem de volta e me deixam com uma sensação de tranquilidade”.

O pequeno oásis da vida selvagem de Brian já conta com 36 porco espinhos, sete filhotes de texugo, um casal de corujas, dentre outros animais

“Quando eu terminar, as pessoas não terão dúvida em lembrar de mim pelo Queen, mas eu gostaria de ser lembrado por ter lutado por mudanças na forma que tratamos outros animais”

“Acredito que eu tenha vivido uma vida muito louca e assistindo programas que falam sobre a vida selvagem me trazem de volta e me deixam com uma sensação de tranquilidade”, completou o músico.

Entre os animais que já estão na propriedade estão 36 porco espinhos, sete filhotes de texugo e duas corujas.


Ao vivo

Ao Vivo

Current track
Título
Artist